Carregando música...

Noticias

Bancos não podem usar auxílio emergencial de R$ 600 para descontar dívidas

O auxílio emergencial de R$ 600 (que pode chegar a R$ 1.200 por família) não poderá ser usado pelos bancos para descontar dívidas dos beneficiários. O dinheiro começa a ser depositado para quem tem conta na Caixa e no Banco do Brasil a partir desta quinta-feira (veja o calendário aqui). 

Segundo o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, se existirem débitos anteriores na conta, o dinheiro fica protegido. "O auxílio emergencial é para sustentação das pessoas. O sistema brasileiro, por meio da Febraban, fez esse acordo".

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, afirmou que quem tiver conta em outros bancos receberá o dinheiro sem ter que pagar pela transferência.

Lei define regras gerais da poupança social 

A lei que criou o auxílio emergencial traz algumas regras gerais sobre a poupança digital social, onde serão depositadas as parcelas: 
* dispensa a apresentação de documentos para abertura da poupança 
* proíbe a cobrança de tarifa de manutenção dessa conta 
* permite pelo menos uma transferência eletrônica gratuita por mês para outro banco 
* proíbe a emissão de cartão físico, cheques ou ordens de pagamento para movimentação da poupança.

Categoria:Cultura